BL BABY

Quem cuida da mamãe durante a gravidez?

Durante a gravidez, as atenções se voltam para a mamãe e para o desenvolvimento do bebê. São muitas mudanças e por isso é necessário recorrer a profissionais de saúde para tirar quaisquer dúvidas e assegurar o bem-estar dos dois antes, durante e após o nascimento do pequeno. Mas, diferentemente do que muitos pensam, o pré-natal não é feito somente de exames e consultas ao obstetra, pois há uma variedade de especialistas qualificados para atender e amparar gestantes.

O obstetra, obviamente, é o primeiro a atender as futuras mamães e fica encarregado de monitorar o desenvolvimento do bebê, seu estado de saúde e também o quadro geral da gestante. A esse profissional também é atribuída a função de assistir o parto, porém também é possível já nas primeiras semanas de gravidez conhecer doulas e escolher uma equipe que também possa acompanhar a gestante durante o trabalho de parto, no momento do nascimento e até durante o puerpério. Esse tipo de atendimento, aliás, é considerado sinal da busca por um tratamento cada vez mais humanizado a mães e recém-nascidos, suprindo suas necessidades físicas e emocionais.

A gravidez altera bastante as necessidades nutricionais da mulher e, para isso, um nutricionista pode ser precioso para estabelecer uma dieta equilibrada, que garanta um aporte adequado de nutrientes tanto para a mamãe quanto para o bebê, sobretudo em gestações gemelares. Esse auxílio ajuda a minimizar o risco de pré-eclampsia e pode ser necessário também após o parto, durante o período de amamentação . Em casos de disfunção hormonal associadas ou não à gravidez, como hipo/hipertireoidismo e diabetes gestacional deve-se procurar um endocrinonologista.

Durante a gestação, a maior produção do hormônio progesterona acaba por deixar os dentes mais sensíveis, aumentando o risco de infecções, gengivites (inflamações na gengiva) e cáries. Além disso, refluxo, azia e ânsias de vômito, desconfortos experimentados pro algumas gestantes, acabam por aumentar o PH da região bucal, outro fator de sensibilização da dentição. Por esse motivo, é muito importante visitar o dentista para prevenir e eventualmente identificar e tratar esses problemas ainda em fase inicial. Isso tem impacto sobre o bebê, uma vez que a boa saúde bucal materna reduz o risco de nascimento prematuro, baixo peso e problemas auditivos e de visão.

Mais do que saber a que profissionais recorrer, é importante estabelecer com eles uma relação de respeito e confiança, para que a gestante se sinta segura. Não tenha medo em marcar consultas com diversos profissionais de uma mesma especialidade antes de escolher aquele que vai te atender. Uma vez feita a escolha, aproveite todas as oportunidades para tirar dúvidas e receber informações. Com essa rede de apoio e carinho, sua gravidez com certeza correrá saudável e muito tranquila .

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *